O live shopping veio com a premissa de ser uma tendência sólida e que até então viria para ficar. No entanto, para o Facebook a história não é bem essa.

Essa prática ganhou força por conta da preferência crescente dos usuários do Facebook e Instagram por conteúdos em vídeo. Assim, quando as lives surgiram, milhares de pessoas paravam de rolar o feed para assistir às programações ao vivo.

Sabendo desse comportamento, empresas de diferentes segmentos e tamanhos começaram a fazer live shopping, ou seja, vender ao vivo os seus produtos, assim como tirar dúvidas, criar cupons de desconto relâmpago e muito mais.

De fato, no início dessa estratégia, podemos ver grandes cases de sucesso, como o da Vtex com a Samsung e demais gigantes do mercado, que até então pensavam que tinham encontrado uma mina de ouro sem fim.

A verdade é que assim como as mudanças do comportamento do consumidor trouxeram tendências, como o live shopping, elas também tiraram essa prática do topo, de forma a colocar os vídeos curtos no auge dessa vez.

Mas será que isso marca o final das lives? É importante entender um pouco mais desse universo para saber quais passos dar para se manter inovando e por dentro do que está acontecendo nas redes sociais.

Continue a leitura e entenda um pouco mais sobre o live shopping e as decisões do Facebook em relação a essa estratégia.

Dados sobre o live shopping

Antes de falar sobre o live shopping, nada melhor do que conhecer um pouco mais do comportamento dos brasileiros na internet! Segundo estudo da ABRAS, 87% dos brasileiros compram pela internet, ao passo que 75% usa as redes sociais para isso.

Esse aumento significativo de compras online e pelas redes sociais se dá principalmente pela pandemia e a necessidade de comprar itens a distância.

Falando em redes sociais, 61% desses consumidores afirmaram ser adeptos ao live marketing, principalmente devido aos descontos relâmpagos disponibilizados durante a transmissão.

Perceba que esse tipo de programação tinha grande procura justamente pelos descontos e nem sempre pela sua longa duração e os longos minutos falando sobre determinado produto.

Por último, esses mesmos usuários consideram o Instagram a melhor rede social para comprar, de forma que 70% deles a preferem para continuar fazendo as suas transações.

Sendo assim, inovar no Instagram é mais que necessário para atender as preferências dos usuários que, assim como a tecnologia, mostram constante evolução e mudanças nos hábitos de compra.

Por que o Facebook resolveu focar nos reels?

Segundo o Facebook, o recurso de live shopping, o de comprar produtos durante as lives, será extinto em outubro de 2022. No entanto, para quem gosta desse recurso, poderá continuar assistindo e fazendo vídeos ao vivo como estava acostumado antes.

Segundo os estudos dos responsáveis pelo Facebook e Instagram, as lives deixaram de ter o sucesso que apresentavam antes, de forma a diminuir cada vez mais o número de espectadores, compras e até mesmo engajamento durante essas transmissões.

Para atender melhor os seus bilhões de usuários, a plataforma decidiu que os vídeos curtos são muito mais aceitos pelos usuários, de forma a focar ainda mais nesse tipo de conteúdo.

Mesmo que as lives não sumam, a tendência é que os donos dessas redes tenham maior preocupação em trazer melhorias e mais força para o reels, por exemplo.

É o fim das vendas ao vivo?

Assim como outras tendências que fizeram sucesso, como as compras por telefone e até mesmo os antigos fóruns para falar sobre produtos e empresas, é comum que transformações ocorram com as lives.

Segundo o Facebook, as pessoas estão com um foco crescente nos vídeos curtos, de forma que será muito mais benéfico fazer conteúdos para o Reels ao invés de investir nas lives, que mesmo ainda existindo não possuem o mesmo peso de antes.

Atualizar-se constantemente é uma necessidade, principalmente se a sua empresa está na internet e possui uma loja online.

E aí, pronto para focar na onda dos vídeos mais curtos e virais? Aproveite para ler também sobre como aumentar as vendas da sua loja online com o frete.

A Jornada do Digital Commerce: do Omnichannel ao Phygital

COMMERCE

A Jornada do Digital Commerce: do Omnichannel ao Phygital

Na Expo 2022 da Digitalks, nosso CEO Carlos Paulo Jr não só marcou presença, como fez uma palestra sobre o comércio eletrônico, com o tema: do omnichannel ao Phygital. Representando a UM_digital da melhor forma, Paulo trouxe debates interessantes para o setor do digital commerce e das várias possibilidades desse tipo de varejo, em umSaiba mais

Vendas online: como utilizar o frete para impulsionar o e-commerce?

COMMERCE

Vendas online: como utilizar o frete para impulsionar o e-commerce?

Algumas vezes tachado de vilão por usuários que querem fazer compras online, o frete também pode ser usado para otimizar as suas vendas na loja online. O e-commerce é um tipo de comércio cada vez mais presente no mundo e, principalmente depois da pandemia de COVID-19, obteve crescimentos muito acima da média, além de inovaçõesSaiba mais

Live shopping: dicas para expandir as vendas online

COMMERCE

Live shopping: dicas para expandir as vendas online

Ao passo que as inovações surgem, a forma de vender, comunicar-se e conseguir visibilidade na internet muda. Uma dessas novas formas é o live shopping. Desde o surgimento das principais redes sociais, em especial o Instagram, muitas empresas e lojas no geral conseguiram encontrar novas formas de atingir mais pessoas, assim como usar as ferramentasSaiba mais

Estratégia omnichannel: como alavancar a sua marca com live shopping?

Sem Categoria

Estratégia omnichannel: como alavancar a sua marca com live shopping?

A estratégia omnichannel tem se popularizado como um método eficaz de melhorar os resultados de um e-commerce, através de práticas inovadoras como o live shopping. Realizar compras pela internet já é um hábito que faz parte da rotina de muitas pessoas. Segundo dados da Oberlo, em 2021, havia 2,05 bilhões de compradores online, ou seja,Saiba mais

Social commerce: como alavancar as vendas nas redes sociais?

Sem Categoria

Social commerce: como alavancar as vendas nas redes sociais?

Vender pela internet é uma das metas de muitos empreendedores, pois é mais uma forma de ter sucesso. No entanto, é preciso conhecer as estratégias, como o social commerce. Engana-se quem acredita que basta ter um site no ar ou redes sociais repletas de posts comerciais para que as vendas aumentem significativamente em poucos dias. Saiba mais

Live shopping e Case VTEX: a aposta da Samsung em investir na estratégia

Sem Categoria

Live shopping e Case VTEX: a aposta da Samsung em investir na estratégia

Dentro do universo digital, inovações, criação de novas ferramentas e até mesmo a melhoria e integração das existentes é muito comum. É aí que entra o live shopping. As compras online nunca estiveram tão fortes e batendo recordes, como no caso do Brasil, que teve 48,4% de crescimento em 2021 em relação ao mesmo períodoSaiba mais

Quais as principais diferenças entre o comércio eletrônico B2C e B2B?

COMMERCE

Quais as principais diferenças entre o comércio eletrônico B2C e B2B?

Quando o assunto é comércio eletrônico, existe uma infinidade de possibilidades para empresas dos mais variados segmentos atuarem e conseguirem atingir os seus públicos. Dentro desse grande leque de possibilidades, podemos citar as empresas B2B que são aquelas destinadas a vender para outras empresas e as B2C, que vendem diretamente para o consumidor final. Ao [...]

Saiba mais

Segmentação da educação no ecommerce: do offline para o online

COMMERCE

Segmentação da educação no ecommerce: do offline para o online

O mundo virtual se faz cada vez mais presente no dia a dia de toda a população. Essa presença constante é um dos fatores que tem guiado a segmentação da educação no ecommerce. Essa é uma solução inovadora e que pode trazer grandes vantagens para o setor educacional no Brasil, nos seus mais diversos níveisSaiba mais

Conversational commerce: a nova tendência do varejo

COMMERCE

Conversational commerce: a nova tendência do varejo

Gerar conexões mais intensas com os usuários e clientes é o desejo de muitas empresas, principalmente do varejo. É aí que entra o conversational commerce. Atualmente, tanto gestores que estão começando agora quanto até os mais experientes perceberam que com o passar dos anos e o aparecimento da internet e suas ferramentas o comportamento doSaiba mais

Mobile Shopping: como impulsionar a interação com o cliente

COMMERCE

Mobile Shopping: como impulsionar a interação com o cliente

Hoje iremos trazer dados do relatório mais atual sobre Mobile Shopping realizado pela Salesforce, onde foram estudados 300 milhões de compradores em 37 países. De fato, não é novidade que as pessoas estão cada dia mais tempo em seus celulares, assim como usam esses dispositivos para as mais variadas ações e comprar é uma delas,Saiba mais